Nineteen Eighty-Four: um diálogo entre a ficção e a contemporaneidade

Nineteen Eighty-Four: a dialogue between fiction and contemporaneity

  • Adriano Cristóvão Universidade do Algarve
  • Bruno Mendes da Silva ESEC-UAlg/CIAC
Palavras-chave: Tecnologia, Televigilância, Controlo, Contemporaneidade, Totalitarismo

Resumo

Na era em que nos aproximamos da vigilância total ficionada por Orwell, lançamos um olhar à sociedade contemporânea em busca de sinais do mundo orwelliano retratado pelo filme. Focando a análise principalmente em torno das áreas tecnologia, vigilância e totalitarismo foi possível estabelecer alguns paralelismos, como a presença obrigatória dos smartphones no quotidiano contemporâneo, dispositivo análogo ao telescreen. O uso generalizado do smartphone em cada vez mais áreas da vida do indivíduo tem implicações ao nível da privacidade, as quais são exacerbadas pela concentração dos média num reduzido grupo de corporações transnacionais. O registo da atividade online, quase incontornável, alimenta uma capacidade de influenciar e manipular sem precedentes. Ao passar cada vez mais partes das nossas vidas para o meio digital afastamo-nos gradualmente dos espaços de liberdade, de livre expressão e de privacidade. As inquietações políticas e sociais de Orwell são intemporais e encontram na contemporaneidade terreno fértil para reflexão.

Biografia Autor

Bruno Mendes da Silva, ESEC-UAlg/CIAC

Bruno Mendes da Silva é pós-doutorado em Comunicação, Cultura e Artes pela Universidade do Algarve (UAlg), doutorado em Literatura e Cinema pela UAlg, pós-graduado em Gestão das Artes pelo Instituto de Estudos Europeus de Macau (IEEM) e licenciado em Cinema e Vídeo pela Escola Superior Artística do Porto (ESAP). 

 

É Vice-coordenador do Centro de Investigação em Artes e Comunicação e Coordenador da Área de Ciências da Comunicação da Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) da UAlg. Professor Convidado na Saint Joseph University of Macau. Foi realizador e produtor da Teledifusão de Macau (TDM) entre 1995 e 2000 e tem vindo a ser convidado em vários festivais internacionais de vídeo, média-arte digital e cinema como o FRESH (Tailândia), o Dokanema (Moçambique), o Loop (Espanha), o Festival de La Imagen e o Ecologias Digitales (Colômbia), The Script Road (China) e o FILE (Brasil). 

 

Participou em dezoito (18) projetos científicos (como investigador responsável ou membro investigador) e é autor de vários livros, capítulos de livros e outras publicações científicas (mais de 70). Conta com várias orientações de teses de doutoramento e mestrado concluídas. É Diretor da Rotura – Revista de Comunicação, Cultura e Artes. Membro da equipa vencedora do Prémio científico  Ceratonia 2008 .

Publicado
2021-09-28
Como Citar
Cristóvão, A., & Silva, B. (2021). Nineteen Eighty-Four: um diálogo entre a ficção e a contemporaneidade: Nineteen Eighty-Four: a dialogue between fiction and contemporaneity. Rotura - Revista De Comunicação, Cultura E Artes, (2), 87-91. Obtido de https://publicacoes.ciac.pt/index.php/rotura/article/view/66
Artigo recebido em 2021-05-19
Artigo aceite em 2021-09-27
Artigo publicado em 2021-09-28